icea.med.br

Notícias

Antibioticoterapia - Curso discute forma adequada de tratamento

21/09/2010 - 14h52m

Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

A adoção de medidas preventivas que preconizam o uso adequado  das indicações da antibioticoterapia são imprescindíveis para minimizar os efeitos causados pelas infecções bacterianas em um procedimento cirúrgico O uso inadequado desse recurso no tratamento de tais infecções pode causar o efeito inverso proliferando ainda mais essas bactérias que se tornam mais resistentes.

O assunto foi discutido no mês passado durante a abertura da primeira etapa do curso de antibioticoterapia realizado pelo Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas (ICEA), no auditório da Fundação Hospital Adriano Jorge, bairro Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus. Nesta  quinta-feira, dia 23, as discussões serão reabertas no mesmo local quando estará acontecendo  a segunda etapa do curso, também promovida pela entidade.

Segundo o diretor técnico do Instituto, cirurgião Marcus Cohen, assuntos como: o tratamento adequado para cada tipo de patologia, como também as dosagens exatas de antibióticos em situações especificas serão alguns dos temas que vão estar em pauta neste segundo momento.        

De acordo com o infectologista que estará ministrando o curso, professor doutor Marcelo Cordeiro, infectologista da Fundação de Medicina Tropical e da Fundação de Vigilância em Saúde, a resistência bacteriana tem se tornado um dos maiores problemas mundiais na área de saúde e está entre o três maiores problemas de São Paulo e resto do país. E a produção de novos medicamentos vem sendo reduzida gradativamente por falta de incentivos financeiros público e privado. 

Com vários anos de experiência na área de saúde, o médico cirurgião e diretor técnico do ICEA, Marcus Cohen também ressalta a importância da conscientização dos profissionais de saúde quanto à administração de antibióticos. "Para a comunidade médico-cirúrgica, a discussão sobre o tema é imprescindível, uma vez que a internação do paciente no pré ou pós-operatório é um dos momentos cruciais no combate à infecção bacteriana", observa o cirurgião. 

De acordo com ele, outro ponto importante para se evitar a resistência bacteriana é adequar o tratamento a cada paciente quanto a dose e a duração do mesmo, levando em consideração as condições físicas e financeiras de cada um. "Se o tratamento não for feito adequadamente, o antibiótico, ao invés de melhorar, acaba por piorar a situação dos pacientes. Além disso, é importante tratar cada caso separadamente. Nem sempre o tratamento utilizado em um paciente é o mesmo para outro com enfermidade semelhante", afirma Cohen. 

Sobre o evento:
Curso: Antibioticoterapia na Cirurgia
Data: 23/09/2010
Hs: 20h
Local: Fundação Hospital Adriano Jorge
Público: médicos, acadêmicos de medicina e residentes.
 
Médico convidado:
Dr. Marcelo Cordeiro - Infectologista da Fundação de Medicina Tropical e da Fundação de Vigilância em Saúde

Contatos:
Dr. Marcos Cohen - Diretor técnico do ICEA - 8137-9986
Dr. Marcelo Cordeiro - Infectologista da Fundação de Medicina Tropical e da Fundação de Vigilância em Saúde  -

Mais informações:
Assessoria de Imprensa do ICEA
Marcelo Guilherme – 8160-7571




Área Restrita

Webmail

Digite seu login nos campos abaixo:



Digite seu email e senha abaixo:


ICEA - Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas

Rua dos Rubis, 36 - CJ Manauense - N. S. Das Graças - Cidade / AM

As informações deste site são constantemente atualizadas pela equipe do ICEA. Ressaltamos que o ICEA reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.