icea.med.br

Notícias

Qualificação

Icea promove curso de videolaparoscopia

09/08/2010 - 11h23m - Atualizado em 15/09/2010 - 19h00m

Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte
Médicos cirurgiões, acadêmicos e residentes reuniram-se na Fundaçao Hospital Adriano Jorge, bairro Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus, onde participaram do Curso de Videolaparoscopia realizado na cidade. A iniciativa é do Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas (ICEA) e tem como objetivo popularizar a técnica entre os profissionaisde saúde.

No Amazonas, apenas um hospital da rede pública está preparado para utilização dessa tecnologiae de acordo com o diretor técnico do Icea e médico responsável pela idealização do evento, Doutor Marcus Assayag Cohen, doa 150 médicos inscritos no instituto, cerca de 30% utiliza a VLP nos procedimentos cirúrgicos.

Segundo Marcus Cohen, a idéia é mostrar que a VLP (Videolaparoscopia) é reconhecida, atualmente, como uma das técnicas mais revolucionárias na cirurgia, pois suas minúsculas incisões trouxeram beneficios tanto para o paciente quanto para os hospitais e seis avançõs não param.

No primeiro dia 05/08/2010 - Quinta - Feira, a etapa prática do curso quatro pacientes foram submetidos à técnica para retirada de pedra na visícula. Trinta médicos residentesparticiparam do precedimento, realizadono centro cirúrgicoda Fundação Hospital Adriano Jorge.

Apesar da VLP ser mais utilizada nas cirurgias para retirada de pedra na visícula, é possível utilizá-la também em diversos precedimentos cirúrgicos - desde a correção da doença do refluxo até nas verificações de traumas abdominais, como nas perfurações por arma branca, e nos casos de câncer de próstata, doenças ginecológicase cardíacas.

Para Marcus Cohen ``a videolapascopia é um avanço importante na cirurgia que veio para ficar. E o curso qua ainda não tem um caráter de credenciamento, servirá para que tanto preofissionais e estudantes despertem o interesse pelo recurso e busquem essa qualificação``, afirma. É só nessa etapa que os participantes terão direito a habilitação para trabalhar com a técnica.

VANTAGENS

Com a cirurgia aberta, o paciente além de sentir mais dor, fica internado três a quatro dias e so volta ao trabalho no prazo de três semanas a um mês. Com a VLP, a hospitalização dura apenas 24 horas, a dor é mínima e a pessoa pode retomar suas atividades em uma semana, comenta Cohen.

Além disso, a VLP oferece ao paciente vantagens quando comparada técnica convencional. Entre elas, estão o fato de a pessoa se alimentar normalmente no dia seguinte à cirurgia e ter suas funções intestinais regularizadas no primeiro dia pós-operatório.  

Assessoria de Comunicação do ICEA




Área Restrita

Webmail

Digite seu login nos campos abaixo:



Digite seu email e senha abaixo:


ICEA - Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas

Rua dos Rubis, 36 - CJ Manauense - N. S. Das Graças - Cidade / AM

As informações deste site são constantemente atualizadas pela equipe do ICEA. Ressaltamos que o ICEA reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.