icea.med.br

Notícias

CRESCE CONTAMINAÇÃO POR "MICOBACTÉRIA" NOS HOSPITAIS DO AMAZONAS

06/11/2010 - 10h57m

Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

O Amazonas tem oito casos confirmados de pacientes infectados por "micobactéria" e outros 44  estão sob suspeita de infecção. A causa é a falta de esterilização de equipamentos usados em cirurgias através da videolaparoscopia.


As unidades médicas no estado não utilizam  o autoclave, um forno cujo calor elimina todas  formas de micro-organismo e risco de contaminação durante o procedimento operatório. O Estado do Amazonas já apresenta oito casos confirmados de pacientes infectados por "micobactéria". A informação foi divulgada pela Comissão de Infecção Hospitalar da Fundação de Vigilância em Saúde, na vistoria realizada em 17 dos 23 hospitais da capital. A estatística inclui o período de julho a outubro deste ano.

Mais 44 casos estão sob suspeita e monitorados pela FVS. O diretor-presidente da fundação, Bernardino Albuquerquerecomenda que todas as unidades hospitalares mudem o sistema de esterilização convencional com procedimento químico para o autoclave. O autoclave é um forno de utilização hospitalar e consultórios médicos e odontológicos, cujo calor elimina totalmente das as formas de microorganismo e risco de contaminação.

Os pacientes infectados foram submetidos a cirurgias de videolaparoscopia e apresentam secreção constante sem reação a antibióticos, difícil cicatrização, formação de nódulos endurecidos e abcessos.

 

Fonte: Simeam





Área Restrita

Webmail

Digite seu login nos campos abaixo:



Digite seu email e senha abaixo:


ICEA - Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas

Rua dos Rubis, 36 - CJ Manauense - N. S. Das Graças - Cidade / AM

As informações deste site são constantemente atualizadas pela equipe do ICEA. Ressaltamos que o ICEA reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.