icea.med.br

Notícias

Programa de cirurgias no interior do Amazonas

16/03/2011 - 18h09m - Atualizado em 16/03/2011 - 18h15m

Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte


A realização de aproximadamente 400 cirurgias no município de Manicoré, durante esta semana, abre o calendário anual do Programa Amazonas Saúde Itinerante, coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam). Por meio do programa, o Governo do Estado vai oferecer em 51 municípios do interior cirurgias e consultas em especialidades ainda não disponíveis nestas localidades. Até junho devem ser realizadas 2,5 mil cirurgias de catarata e, até o final do ano, mais 3 mil cirurgias em outras especialidades. Além disso, o programa vai viabilizar seis mil consultas. No total, devem ser atendidos 11,5 mil pacientes ao longo do ano.

O secretário adjunto de Assistência à Saúde do Interior, Evandro Melo, explica que o Programa tem o objetivo de facilitar o acesso dos moradores das sedes e zonas rurais dos municípios do interior a diagnóstico e tratamentos até o momento oferecidos apenas em Manaus. "O custo financeiro e social da vinda de pacientes para a capital é muito alto. Por isso, o ideal é levar as equipes até os municípios". Ele destaca que faltam especialistas no interior do Estado porque o número destes profissionais no mercado é pequeno, especialmente em algumas especialidades como cardiologia e neurologia.

Para executar o Programa em 2011, o Governo do Amazonas, em parceria com o Ministério da Saúde, deve investir R$ 8,3 milhões.                 

Para ser atendido o paciente do interior já deve ter passado por atendimento médico na sua cidade de origem. "O médico generalista identifica a necessidade de procedimentos mais complexos e informa a Susam. A partir deste levantamento, elaboramos o calendário de visita dos especialistas", informa o secretário. Os municípios podem ser visitados mais de uma vez durante o ano para atender a 100% da demanda.

Depois de Manicoré serão visitados ainda durante o mês de março, os municípios de Autazes e Borba, onde também serão realizadas cirurgias de catarata. O calendário dos meses seguintes está sendo concluído pela Susam.

O programa Amazonas Saúde Itinerante realizou, somente no ano passado, 15 mil atendimentos em 44 municípios. Do total, quase 3 mil foram cirurgias, sendo a maioria delas para solucionar problemas de hérnias, hemorróidas, vesícula, cistos de ovário, miomas, nódulos mamários e fístulas, além da realização de histerectomias e laqueaduras. A oferta, segundo Evandro Melo, é feita de acordo com as necessidades de cada local e o atendimento ocorre nos hospitais do Governo do Estado, em cada município.

Outra estratégia utilizada pelo Governo do Amazonas para o acesso dos moradores do interior a especialidades médicas é a oferta de teleconsultas e laudos de exames à distância. "Os municípios que já contam com o sistema recebem apenas assistência complementar", explica Evandro Melo.

Prioridade - O secretário estadual de saúde, Wilson Alecrim, informa que a ampliação da assistência ao interior do Estado é uma das prioridades do Governo do Amazonas. Além de consultas e cirurgias, a Susam trabalha em projetos para incrementar a capacidade do interior de realizar exames de diagnóstico e estabelecer um fluxo mais ágil e resolutivo do atendimento em saúde. "Temos muitas peculiaridades na região amazônica que exigem estratégias diferenciadas do restante do país. O atendimento itinerante e a telemedicina fazem parte destas estratégias".

Fonte:

Secretaria de Estado da Saúde - SUSAM

Assessoria de Comunicação - (92) 3643-6327, 9995-1310

comunicacao@saude.am.gov.br




Área Restrita

Webmail

Digite seu login nos campos abaixo:



Digite seu email e senha abaixo:


ICEA - Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas

Rua dos Rubis, 36 - CJ Manauense - N. S. Das Graças - Cidade / AM

As informações deste site são constantemente atualizadas pela equipe do ICEA. Ressaltamos que o ICEA reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.