icea.med.br

Notícias

AÇÕES BÁSICAS DE SAÚDE NO INTERIOR

As ações primárias de saúde, voltadas para prevenir doenças por meio de ações simples como a correta ralização do pré-natal, vacianção e boas práticas de alimentação, devem ser fortalecidas em todo o

06/04/2011 - 17h57m

Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

 

As ações primárias de saúde, voltadas para prevenir doenças por meio de ações simples como a correta ralização do pré-natal, vacianção e boas práticas de alimentação, devem ser fortalecidas em todo o Amazonas. As equipes da estratégia Saúde da Família que atuam na capital e nos 61 municípios do interior serão capacitados ao longo do ano para padronizar procedimentos, intensificar ações e realizar o correto monitoramento e avaliação dos resultados alcançados junto às populações do Estado. A capacitação está sendo oferecida pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam) que abriu nesta segunda-feira mais uma etapa de treinamentos.

Coordenadores de Atenção Básica e de Vigilância em Saúde de todos os municípios ficarão em Manaus até a próxima sexta-feira, alinhando as estratégias de fortalecimento das ações em diversas áreas, incluindo a saúde neontal, hipertensão, diabetes e doença renal crônica, saúde mental, saúde da mulher, acidentes e violência.

 

O secretário estadual de Saúde Wilson Alecrim destacou, durante a abertura do evento, que a promoção à saúde é uma das mais importantes etapas de assistência à população. Ele cobrou dos municípios ações que respondam às suas necessidades e que superem as suas dificuldades, dentre as quais o número reduzido de médicos no interior. "Hoje precisamos nos preocupar ao mesmo tempo com doenças endêmicas, bem conhecidas, e com doenças emergentes". Ele citou os transtornos mentais, para os quais 90% das ações de prevenção e controle devem ser executadas pelos municípios.

 

Wilson Alecrim destacou que a ampliação da cobertura da estratégia Saúde da Família deve ser uma prioridade das secretarias municipais de saúde e reafirmou o compromisso do Governo do Estado com o co-financiamento da Atenção Básica, que deve viabilizar, essa ampliação, entre outros avanços.

 

A assessora técnica Sheila Said, da Gerência de Atenção Básica e Ações Estratégicas da Susam, explicou que a capacitação das equipes do interior tem o objetivo de nivelar o conhecimento sobre o programa Saúde da Família. "Temos sempre novos profissionais nas equipes que precisam de um claro entendimento sobre o programa". A estratégia para a capacitação de todos é o treinamento presencial dos coordenadores e a multiplicação de informações nas sete regiões de referência - Rio Negro e Solimões, Alto Solimões, Entorno de Manaus, Baixo Amazonas, Médio Amazonas, Amazonas e Triângulo - e em cada município. Segundo Sheila, até o final deste ano serão realizados mais cinco módulos de treinamento.

 

Os municípios são responsáveis pela execução das ações básicas. "Cabe ao Estado coordenar, monitorar e oferecer o apoio necessário para que essa assistência seja oferecida da melhor forma possível, atendendo ao maior universo possível e com a melhor qualidade possível".

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA DA SUSAM

 

 




Área Restrita

Webmail

Digite seu login nos campos abaixo:



Digite seu email e senha abaixo:


ICEA - Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas

Rua dos Rubis, 36 - CJ Manauense - N. S. Das Graças - Cidade / AM

As informações deste site são constantemente atualizadas pela equipe do ICEA. Ressaltamos que o ICEA reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.