icea.med.br

Notícias

Governo cobrará dos municípios plano antecipado de prevenção à dengue

A Secretaira de Estado da Saúde (Susam) vai determinar a todos os municípios do Amazonas, incluindo a capital Manaus, que elaborem ainda no mês de junho seus planos de ação para dar sustentabilidade à

10/05/2011 - 18h18m

Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Cobrança dos municípios plano antecipado de prevenção à dengue



A Secretaira de Estado da Saúde (Susam) vai determinar a todos os municípios do Amazonas, incluindo a capital Manaus, que elaborem ainda no mês de junho seus planos de ação para dar sustentabilidade à redução dos casos de dengue e para evitar novas epidemias a partir do último trimestre deste ano, quando começa o período de maior risco de transmissão da doença, em função do aumento das chuvas.


De acordo com o secretário Wilson Alecrim, a elaboração dos planos terá o apoio técnico do Governo do Estado, por meio da Susam e da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), e será iniciada com uma reunião que acontecerá na primeira quinzena de junho. "Vamos fazer uma análise crítica das epidemias registradas em Manaus e Tefé, para correção de possíveis falhas, e orientar as secretarais municipais de saúde na definição das ações de prevenção e controle", diz.


O secretário destaca que a vigilância em saúde é uma responsabilidade municipal, cabendo aos governos estaduais e ao Ministério da Saúde, o apoio e o monitoramento dos programas executados. "Ainda assim, o Governo do Amazonas está agindo em parceria com os municípios, com destaque para o município de Manaus, onde a Operação Impacto vem sendo desenvolvida de forma conjunta e com a parceria imprescindível das Forças Armadas".


Segundo Alecrim, as epidemias de Manaus e Tefé estão superadas. Dados atualizados, divulgados nesta quarta-feira (4) pelo Comitê Estadual de Crise para a Dengue mostram que na semana de 24 a 30 de abril houve a notificação de apenas 54 casos da doença em todo o Estado. Destes, 44 foram registrados na capital e nenhum em Tefé.


Na avaliação do secretário, a queda é expressiva em relação às primeiras semanas de 2010 e principalmente entre a semana de 20 a 26 de fevereiro, quando ocorreu o pico da epidemia, com o registro de 6.910 casos, sendo 6.311 em Manaus. No balanço geral, a capital respondeu por 85,8% do total de casos registrados no Amazonas desde o início deste ano.


Até o momento ocorreram 51.327 caoss de dengue no Estado, dos quais 44.025 em Manaus e 1.599 em Tefé. Apenas 1% dos casos foi de dengue grave. Desde janeiro foram confirmadas 11 mortes associadas à doença, sendo nove de pacientes moradores de Manaus e dois do interior – um de Novo Airão e um de Tefé.


Operação Impacto será mantida até o final de abril


O secretário executivo de Assistência à Saúde do Interior, Evandro Melo, que também preside o Comitê Estadual de Crise para a Dengue, informa que as ações de controle e prevenção da doença, executadas por meio da Operação Impacto, continuarão até o final de maio. De acordo com Evandro, em Manaus apenas as Forças Armadas foram liberadas das ações de rotina, mas 100% das atividades previstas pelo Plano continuarão a ser executadas até o final do mês por agentes de endemias da FVS e das Secretarias Municipais de Saúde (Semsas).


As ações, segundo o secretário executivo, visam dar sustentabilidade aos resultados alcançados até agora, evitando o crescimento de casos da doença nas regiões onde as condições ambientais ainda são favoráveis e onde continua havendo registro de casos. A assistência também continua com o reforço dos plantões médicos nas unidades de saúde do Estado e com a classificação de risco executada nas unidades de urgência e emergência de adultos e crianças.


Evandro Melo destaca que o Governo do Amazonas realizou um grande esforço tanto para controlar a dengue quanto para o atendimento dos pacientes. Mais de 120 leitos e mil plantões médicos foram incorporados à rede de assistência em função do aumento de mais de 60 mil consultas por mês nos pronto-socorros e SPAs durante a epidemia de dengue. Também houve acréscimo de 22 mil exames nos laboratórios estaduais e a contratação de equipes de enfermagem, além do reforço nas ações de campo para identificação e tratamento de criadouros de Aedes Aegipty, monitoramento de riscos e uma grande campanha de mobilização que teve como slogan "Todos contra a Dengue", realizada na capital e no interior do Estado.

Fonte: Assessoria de  Imprensa da SUSAM





Área Restrita

Webmail

Digite seu login nos campos abaixo:



Digite seu email e senha abaixo:


ICEA - Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas

Rua dos Rubis, 36 - CJ Manauense - N. S. Das Graças - Cidade / AM

As informações deste site são constantemente atualizadas pela equipe do ICEA. Ressaltamos que o ICEA reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.